PÉROLAS NEGRAS COM FOCO NA EDUCAÇÃO

A luta por uma posição de destaque em um time profissional da primeira divisão de futebol é um sonho de muitos jovens jogadores brasileiros e estrangeiros atuantes no país. Infelizmente, além do fator sorte, a concorrência dentro do esporte de alta performance pode fazer das partidas verdadeiros campos de batalha onde nem todos saem vitoriosos. Considerando essa perspectiva, a Academia de Futebol Pérolas Negras (APN), investe em formação educacional e cursos profissionalizantes para contribuir com melhores perspectivas de futuro para os atletas do time.

No mês de outubro, com o término da temporada de futebol, chegou a hora dos Pérolas concentrarem os esforços em aprender. Na segunda quinzena do mês, foram iniciadas as aulas dos cursos profissionalizantes de Administração e Lanternagem em uma parceria inédita celebrada entre o clube e a FIRJAN de Resende, Região Sul do estado do Rio de Janeiro.

Os jogadores da categoria Sub 20, muitos deles refugiados e de origem vulnerável, vão participar das aulas em turmas exclusivas e ministradas em um horário especial, de segunda a sexta, de 19h às 22h. Dessa forma, vai ser possível para os jovens investir no próprio futuro educacional e ainda cumprir a rotina intensiva de partidas e treinamentos físicos.

Além da parceria com a Firjan, a APN inaugurou um novo espaço educacional e de integração comunitária em cooperação com a ONG Crescente Fértil, uma organização atuante desde 1994 em ações socioambientais na Área de Proteção Ambiental (APA) de Serrinha do Alambari.

O time de atletas Sub 20 – que conta com brasileiros, haitianos, sírios e venezuelanos – está assistindo aulas de Inglês Instrumental, Resolução Não Violenta de Conflitos e Aceleração Escolar (EaD). As disciplinas representam uma grande oportunidade dentro da trajetória profissional dos jovens por facilitar o acesso a contratações, dentro e fora do país, no contexto esportivo ou do trabalho formal.

O Centro Educacional Crescente Fértil está localizado próximo ao alojamento dos jogadores e tem uma sala equipada com computadores, projetor e acesso à internet banda larga. A expectativa da colaboração é promover, além da educação, a interação entre os atletas e a comunidade local, gerando sinergia e benefícios mútuos.